Agência ABEAR
Informações oficiais do setor aéreo; conteúdo pode ser reproduzido livremente pela mídia, mediante crédito para a fonte.

ABEAR defende maior integração do Brasil com o mundo

O presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), Eduardo Sanovicz, defendeu hoje (5) maior integração do Brasil ao mundo por meio da facilitação do processo de viagem e da aproximação do país aos padrões internacionais da aviação, durante a abertura de um seminário internacional organizado pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), em Brasília. O evento reúne autoridades do setor da América Latina para debater o Programa de Identificação de Viajantes, garantindo a execução das resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

“É fundamental a ampliação das relações do Brasil com a aviação global para nos aproximarmos cada vez mais dos padrões praticados pela ICAO. Nosso grande objetivo é o passageiro e sua experiência de voo”, destacou Sanovicz. Segundo ele, a aviação brasileira crescerá com o avanço desta articulação: “Queremos facilitar o cotidiano dos passageiros e buscar ampliar os níveis de segurança. Isso somente será possível com a liberdade tarifária, a eficiência da cadeia produtiva e um ambiente regulatório e de negócios alinhado às regras internacionais”, acrescentou.

Em consideração à presença de autoridades brasileiras da aviação civil, Eduardo Sanovicz agradeceu publicamente, em nome da ABEAR, a mobilização de todos os atores do setor para que mais de 95% da frota permanecesse no ar atendendo as demandas durante a greve dos caminhoneiros. “Juntos conseguimos minimizar danos e inconvenientes aos passageiros. Esse foi um trabalho para orgulhar todos os profissionais que dele participaram e que deles se beneficiaram”, disse.

Na ocasião, o embaixador Ronaldo Costa Filho, representando o Ministério das Relações Exteriores, destacou a importância do setor para o governo brasileiro. Por sua vez, a delegada do Brasil junto à OACI, Mitzi Gurgel Valente da Costa, ressaltou a importância da segurança operacional e dos passageiros. “A padronização dos passaportes já permitiu um enorme ganho de efetividade e segurança das informações em todo o mundo, além da detecção de eventuais fraudes”, afirmou Mitzi.

O diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro, caracterizou o ambiente do seminário como adequado para buscar respostas aos principais desafios da atualidade: mecanização, biometrização e tecnologia. O uso inteligente da tecnologia para facilitar a vida de quem viaja foi abordado pelo diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), José Ricardo Botelho, que defendeu o uso da carteira de identidade ou de motorista como documento oficial desde a emissão da passagem ao embarque.  

Para o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil,  Valter Casimiro Silveira, o diálogo com um público qualificado é o melhor caminho para discutir o futuro da aviação civil. “É importante congregar aqueles que efetivamente fazem a aviação decolar. Precisamos estar alinhados com diretrizes internacionais da ICAO, que contribuem para harmonizar a linha de defesa do estado brasileiro a ampliar a segurança nacional e da sociedade”, afirmou o ministro, completando que o Brasil é um destino seguro e atrativo para turistas e investidores.

Também compuseram a mesa de abertura do seminário o diretor do departamento dos Transportes Aéreos da OACI, Boubacar Djibo, o diretor-geral do América do Sul, Diego Beltrand, o diretor-geral do Conselho de Aeroportos da América Latina e Caribe, Javier Martinez Botacio. O evento ocorrerá até 07 de junho.

Estão na pauta do seminário os elementos do Programa de Identificação de Viajantes, incluindo: padrões de documento de viagem, especificações e melhores práticas, emissão segura de documentos de viagem, evidência robusta de processos de identidade e tecnologias de compartilhamento de informações para a execução de Resoluções do Conselho de Segurança da ONU no combate a terroristas, com especial foco na gestão efetiva do controle das fronteiras.

Notícias Relacionadas

A ABEAR foi criada em 2012 pelas companhias AVIANCA, AZUL, GOL, TAM (hoje LATAM) e TRIP, com a missão de estimular o hábito de voar no Brasil. A entidade tem ainda mais seis associadas: Boeing, Bombardier, LATAM Cargo, MAP, Passaredo e TAP. Saiba mais
  • Av. Ibirapuera, 2332 - Conj. 22 - Torre Ibirapuera I
    Moema | 04028-002 | São Paulo | SP
    + 55 11 2369-6007
  • Av. Marechal Câmara, 160, Ed. Orly, 8º andar - sl. 832 |
    Centro | 20020-080 | Rio de Janeiro | RJ
    + 55 21 2532-6126
  • SAUS Quadra 1 - Bloco J , 10/20 - Edifício CNT - Sala 506
    70070-944 | Brasília | DF
    + 55 61 3225-5215